O conteúdo do Bitcatcha é patrocinado pelos leitores. Quando você compra algo pelos links em nosso site, nós recebemos uma comissão. Saiba mais

16 formas simples de consertar uma internet lenta em 2022 (que realmente funcionam)

Avatar
ESCRITO POR
ATUALIZADO
June 27, 2022

 

Internet lenta?

 

Se você não aguenta mais os vídeos demorando para carregar ou o delay no Zoom – você não está sozinho(a). Uma conexão de internet lenta deixa qualquer pessoa maluca, especialmente quando se está trabalhando de casa.

 

A boa notícia é que há formas de acelerar a sua internet seguindo algumas poucas etapas. E não é necessário fazer algum truque de mágica para isso!

 

Hoje, mostraremos 16 dicas simples e práticas para consertar uma conexão de internet ruim. Elas foram listadas em ordem crescente, conforme o esforço e o tempo necessários em cada caso. Eis o que vamos cobrir aqui:

 

 

Esperamos que este artigo ajude a resolver qualquer problema de internet lenta que você possa estar enfrentando.

 

Para começar, vamos mostrar como você pode testar a velocidade da sua internet. Se você quiser ir logo para as dicas, é só clicar aqui

 

Como testar a velocidade da sua internet

 

Testar a velocidade da sua internet é um bom ponto de partida para entender com o que você está lidando.

 

Para isso, basta acessar uma ferramenta de teste de velocidade online como o Speedtest.net. Basta clicar em “GO”, e a ferramenta irá calcular suas velocidades de download e upload.

 

speed test result from ookla

 

Para entender os resultados:

 

  • Download Mbps
    Rapidez para baixar dados de um servidor na internet para o seu dispositivo. Este número tende a ser bem mais rápido que o da velocidade de upload.
  • Upload Mbps
    Rapidez com que você envia dados do seu dispositivo para a internet.

 

Você também pode comparar os resultados que obteve no teste de velocidade com a velocidade que seu ISP promete, para conferir se o desempenho está muito abaixo do que foi contratado.

 

No entanto, é preciso ser realista. A maioria dos provedores de internet (ISPs) promete velocidades como “Até 500Mbps!” em seus planos, mas isso é apenas o máximo a que pode chegar a sua conexão.

 

Na prática, a velocidade da sua internet não chegará nem perto disso. O melhor que você pode fazer é ligar para o seu provedor e pedir uma estimativa de velocidade realista para a região onde você mora.

 

 

16 Dicas Eficazes para Acelerar Sua Internet

 

Nesta seção, veremos como melhorar a velocidade de sua conexão à internet.

 

Experimente as nossas dicas e, em seguida, faça outro teste de velocidade para ver se as coisas melhoraram.

 

Dica 1 – Dê reset no roteador e no modem

 

Parece óbvio, mas ligar e desligar o equipamento novamente pode resolver muitas das suas dores de cabeça com a velocidade da internet. Tente reiniciar seu roteador sem fio fazendo o seguinte:

 

  1. Desligue o roteador
  2. Desconecte o cabo de energia
  3. Espere de 10 a 20 segundos
  4. Conecte o cabo de energia
  5. Ligue o roteador novamente e espere até ele se conectar

 

Se você estiver usando um modem separado do roteador, dê reset nele também.

 

Reinicializar o roteador ajuda a limpar a memória em cache e os processos desnecessários que estiverem rodando em segundo plano. É uma ótima maneira de revigorar a conexão com o seu provedor de internet.

 

Essa ação pode ser tão eficaz que muitas operadoras sugerem que você reinicie seu roteador/modem todos os meses.

 

Dica 2 – Ajuste as antenas do seu roteador

 

Se o seu roteador tiver antenas ​​externas ajustáveis, tente reposicioná-las.

 

Ajuste as antenas do seu roteador

(Crédito: Peggy_Marco)

 

As antenas de roteadores normalmente são omnidirecionais. Isso significa que os sinais são transmitidos perpendicularmente à posição da antena, então uma antena vertical transmitirá sinais horizontais e vice-versa.

 

Se você estiver tentando se conectar a um roteador localizado em outro andar de sua casa, experimente virar a antena para a posição horizontal.

 

Mas, se você não estiver vendo antenas em seu roteador, não entre em pânico. Afinal, muitos roteadores são construídos com as antenas dentro do dispositivo.

 

Dica 3 – Limpe o cache e o histórico de navegação do seu dispositivo

 

O cache é onde os navegadores de internet armazenam informações a seu respeito quando você visita e interage com os sites da web.

 

Desenvolva o hábito de limpar seu cache e histórico de navegação regularmente. Isso evitará que os dados acumulados diminuam a velocidade da sua internet.

 

Dica 4 – Confira o limite do seu plano de dados

 

Apesar de não ser tão comum em serviços de internet fixa no Brasil, há planos em que os provedores de internet colocam um limite na quantidade de dados que podem ser usados a cada mês. Se você exceder esse limite, é provável que a operadora venha a restringir consideravelmente a velocidade da sua internet.

 

A forma mais fácil de conferir SE você tem um limite de dados é pegar uma fatura anterior e verificar as letras miúdas. Se você estiver ultrapassando esse limite todo mês, talvez seja hora de atualizar o seu plano.

 

A velocidade também tem sido afetada pelas mudanças de hábitos e organização do trabalho com o COVID-19, que forçou mais pessoas a trabalhar em casa. Para lidar com essa mudança na demanda por internet, muitas operadoras tiveram que reestruturar o fornecimento de internet em conexões domésticas.

 

A boa notícia é que você pode resolver isso usando um serviço VPN. Não é nada complicado – você só precisa se conectar a um servidor VPN, rodar alguns testes e conferir se atingiu uma velocidade mais rápida de download.

 

Você pode precisar de algum tempo até descobrir qual servidor VPN realmente ajuda a contornar a limitação de dados.

 

Dica 5 – Passe um antivírus em seu computador

 

Ataques com malware podem afetar bastante a velocidade da sua internet. Para verificar se esse é o problema, execute um scan de vírus e malware em seu sistema usando um programa antivírus de boa qualidade.

 

Caso identifique alguma ameaça, você pode removê-la e ver se isso acelera as coisas.

 

Dica 6 – Verifique o seu navegador

 

Há alguns fatores que podem deixar o seu navegador mais lento:

 

  • Muitas guias e janelas abertas?
    Feche tudo o que não for necessário. Ter muitas abas e conteúdos abertos pode tornar sua internet lenta.
  • Atualizações pendentes
    Confira se você já tem a versão mais recente do seu navegador e faça uma atualização, se não for o caso.
  • Apenas um navegador ruim
    Alguns navegadores oferecem experiências de navegação mais rápidas do que outros. Experimente trocar de navegador para sentir a diferença.

 

Dica 7 – Use um bloqueador de anúncios

 

A maioria dos sites inundará sua tela com anúncios chamativos – normalmente, com imagens grandes ou vídeos que são reproduzidos automaticamente. Isso pode consumir seus dados e deixar sua internet ruim.

 

Para eliminar esse problema de sua experiência de navegação, considere usar um bloqueador de anúncios decente. O Adblock Plus é uma opção popular, e alguns serviços de VPN, como a NordVPN e o Surfshark, também contam com esse recurso.

 

Dica 8 – Reposicione seu roteador

 

Você sabia que o sinal do seu roteador pode ser bloqueado ou ficar mais fraco devido a obstáculos físicos?

 

mapa térmico do sinal do roteador dependendo da colocação

O sinal do roteador fica mais fraco se há objetos no caminho ou quando a distância aumenta.
(Crédito: Jason Cole)

 

Mover seu roteador pode proporcionar uma melhor qualidade de sinal e aumentar sua velocidade.

 

  • Experimente movê-lo para um espaço mais aberto, livre de obstáculos (especialmente de objetos de metal). Abrir portas também pode ajudar.
  • Aproxime o roteador dos dispositivos conectados à internet. Esse ponto pode estar no meio da sua casa ou em algum espaço que você frequenta mais.

 

Dica 9 – Atualize o firmware do seu roteador

 

Certifique-se de que seu roteador esteja sempre atualizado com o firmware mais recente. Isso ajuda a mantê-lo seguro e funcionando com o máximo de desempenho.

 

Muitos roteadores mais novos têm seu firmware atualizado automaticamente. Verifique se é esse o seu caso – caso contrário, você deverá fazer login periodicamente na interface do roteador e verificar se há alguma atualização disponível.

 

Dica 10 – Desconecte os dispositivos que você não está utilizando

 

Tente desconectar todos os dispositivos não essenciais de sua rede de internet. Por exemplo, celulares antigos ou tablets esquecidos que estejam consumindo sua largura de banda.

 

Hoje em dia, alguns roteadores vêm com um aplicativo que exibe todos os aparelhos conectados à rede. A partir daí, é fácil desconectar os dispositivos indesejados.

 

Se o roteador não tiver um aplicativo com essa função, a melhor opção é simplesmente alterar a senha de Wi-Fi da sua rede. Em seguida, você precisará se conectar novamente com cada dispositivo usando a nova senha.

 

Isso pode ser um pouco trabalhoso se você tiver muitos dispositivos, mas é uma maneira funcional de limpar todas as conexões desnecessárias.

 

Dica 11 – Veja se há convidados indesejados conectados à sua rede

 

Como uma espécie de complemento ao último ponto, você deve verificar se há algum intruso aproveitando o seu Wi-Fi.

 

Se você não protege corretamente a sua rede doméstica (e especialmente se não alterou o nome de usuário e a senha padrão), fica muito fácil para um vizinho se conectar a ela e consumir sua internet na maior folga.

 

Em primeiro lugar, certifique-se de proteger sua conexão Wi-Fi. Depois, chute para fora qualquer aproveitador do seu Wi-Fi ao:

 

  • Redefinir a sua senha conforme a dica 10.
  • OU verificando os logs de conexão do roteador e bloqueando quaisquer dispositivos de terceiros.

 

Dica 12 – Encontre as melhores configurações para o seu roteador/ISP

 

Muitas pessoas não sabem que podem ajustar as configurações de seu roteador. Só porque um roteador está usando as configurações padrão, isso não significa que elas são as configurações ideais.

 

Entre nos sites do seu roteador e do seu provedor de internet para conferir as configurações recomendadas. Em seguida, faça login no roteador para comparar e atualizar as suas configurações.

 

Dica 13 – Altere a banda e/ou o canal do seu roteador

 

O Wi-Fi é compatível com duas frequências diferentes – 2,4 GHz e 5 GHz. Alguns roteadores são dual-band, o que permite escolher entre ambas as opções.

 

  • Rede 2,4 GHz – Cobertura de Wi-Fi maior, mas com menor velocidade.
  • Rede 5 GHz – Velocidade maior, mas com cobertura menor.

 

Além disso, os roteadores transmitem sinais de Wi-Fi em canais específicos.

 

Alguns canais tendem a ser mais congestionados do que outros, principalmente se você mora em uma área urbana onde os sinais de Wi-Fi dos vizinhos podem causar interferência. O ideal é que vocês não estejam todos no mesmo canal, mas sim em canais sem interação entre si.

 

gráfico mostrando dispositivos que lotam canais wi-fi 2.4 1 6 11

Escolha um canal menos congestionado para evitar a disputa pelo sinal de Wi-Fi com outros dispositivos.
(Crédito: Rowell Dionicio)

 

Felizmente, a maioria dos roteadores permite que você altere manualmente o canal de transmissão. Mudar para um canal menos ‘lotado’ pode ajudar a melhorar a velocidade da sua internet. Experimente usar os canais 1, 6 e 11, se você estiver na rede 2,4 GHz.

 

Dica 14 – Conecte-se com um cabo Ethernet

 

Eu sei, eu sei – tudo fica mais divertido sem fio.

 

Mas se você deseja uma internet mais rápida, pode preferir voltar às origens e conectar-se com um cabo ethernet. Essas conexões tendem a ser mais rápidas, mais confiáveis ​​e muito mais seguras.

 

Cabo Ethernet

Lembra desse cara? As conexões cabeadas são mais rápidas e estáveis.

 

Se você deseja uma internet mais rápida em seu computador, tente conectar um cabo Ethernet. Você deve usar cabos específicos para atividades e dispositivos que consomem muitos dados, como Smart TVs e consoles de videogame.

 

Dica 15 – Substitua o modem ou roteador

 

A tecnologia está mudando na velocidade da luz. Mesmo que você adquira hardware de última geração, ele se tornará obsoleto em algum momento. Aos poucos, os modelos mais antigos deixam de funcionar tão bem com o tipo de internet oferecido pelas operadoras, à medida que elas tentam evoluir e permanecer competitivas.

 

Se você estiver pensando em comprar um novo roteador, procure um modelo que ofereça suporte às bandas de 2,4 GHz e 5 GHz e disponha de um aplicativo de gerenciamento de rede.

 

E, claro, verifique se o dispositivo é compatível com seu plano de internet e com a rede da sua operadora.

 

Dica 16 – Altere seu plano de internet ou operadora

 

Deixamos esta dica para o final, pois é a que mais dá trabalho.

 

Se nada mais estiver funcionando para melhorar sua velocidade de internet, você deve cogitar a possibilidade de alterar seu plano de internet ou sua operadora.

 

Tente conversar com a sua operadora sobre os problemas que está enfrentando com a sua velocidade. Além de ajudá-lo a solucionar problemas técnicos, eles podem indicar um plano melhor para as suas necessidades.

 

A desvantagem é – provavelmente um plano melhor custará mais caro. Certifique-se de ler as avaliações de outros clientes para saber como foi a experiência deles.

 

Por último – se o seu provedor fornecer uma internet ruim, mesmo que você tenha seguido todas as nossas dicas, considere trocá-lo para outra operadora com cobertura na sua região.

 

Mantenha sua velocidade e continue navegando!

 

Uma rede de internet lenta pode ser irritante – mas felizmente há modos de contornar isso.

 

Esperamos que alguma das nossas dicas neste artigo ajude a acelerar a sua internet!